Há muitos anos atrás, quando saíamos para comer fora, meu pai tinha sempre uma primeira preocupação: assim que entrávamos no restaurante, bar, padaria, lanchonete, ele ia ao banheiro e verificava a higiene do local. E não tinha desculpa: banheiro sujo, íamos embora.

Fui criado assim e, tenho certeza, essa é a maneira mais objetiva de conhecer a maneira como os alimentos são tratados no local. Banheiro sujo = cozinha suja. E, este não é o lugar onde vou comer.

Sei que muitos proprietários de restaurante, bares, padarias, lanchonetes, vão dizer (ou pensar) que minha colocação não é verdadeira. Mas nós sabemos que eu tenho razão.

Para ficarmos no mais básico: bacias higiênicas com assentos e tampas limpas e em ambientes corretos (digo, cubículos fechados), pias limpas, saboneteira líquida, toalhas de papel descartável. E, no banheiro dos homens, locais adequados para as necessidades do sexo masculino.

Isto é o básico. O mínimo que você deve fazer por seus clientes – se quer que eles voltem ao seu estabelecimento regularmente.

Mas existem outros implementos que estão começando a fazer a diferença neste sentido.

  • Torneiras automáticas – que liberam apenas a quantidade de água necessária para a limpeza das mãos. São ecológicas e, melhor ainda, econômicas.
  • Banheiro masculino – sabemos todos que ninguém (ou algumas poucas pessoas) aperta aquele botão que libera água para limpeza do local. Existem aparelhos com sensores de presença que fazem este trabalho. Faça as contas: quanto custa uma pessoa limpando seu banheiro o tempo todo, mais a água que é desperdiçada. Este dispositivo, com certeza, vai economizar muito dinheiro: em pessoal e em água jogada pelo ralo.
  • Troca-fraldas – todos (ou quase todos) temos crianças pequenas na família. E você sabe como é difícil trocar a fralda de uma criança num local que não tem infraestrutura para isso. E, no final das contas, a solução é extremamente simples. Faça um fraldário: bancada de pedra, pia e um cesto de lixo. Exclusivo para mamães (ou papais) cuidarem de seus rebentos.
  • Toalhas – as toalhas de tecido são sofisticadas, concordo. Mas você tem condição de trocá-las cada vez que entra um cliente no banheiro? Elas não são higiênicas. Evite. Existem toalhas descartáveis extremamente elegantes e que vão realçar o nível do local.
  • Sabonete – use o sabonete líquido. Não importa como seja sua embalagem, mas ele é muito mais higiênico do que o sabonete em pedra.

Finalmente, treine sua equipe de salão (garçons, gerência, etc.) a fazer revisões periódicas nos banheiros. Caso algo não esteja de acordo com os padrões da casa, eles devem chamar alguém da equipe de limpeza imediatamente.

Lembre-se sempre: os banheiros do estabelecimento são sua porta de entrada. E, só para não dizer que não é verdade: meu pai nunca errou nos resultados de sua inspeção.

Boa sorte e bons negócios!

http://www.blogdobanas.com.br/o-banheiro-tambem-faz-parte-da-cozinha/

últimos Artigos

tipologia dos atos ilocutórios

Download, Línguas
http://pro-thor.com/wp-content/uploads/tipologia-dos-actos-ilocutórios.pdf [...]

Ser ou não Proativo

Competências Pessoais, Download
http://pro-thor.com/wp-content/uploads/Ser-ou-não-Proactivo.pdf [...]

Aspetos pessoais e sociais de um empregado de mesa – Qualidades de um empregado de mesa

Hotelaria, Restauração
Não seria razoável ignorar, muito menos contestar, a importância da colaboração do pessoal numa atividade caracterizada por aspetos tão profundamente humanos, como é sem dúvida, o caso da hotelaria. Com [...]

Qualidades físicas e morais que um empregado de mesa tem que ter obrigatoriamente

Hotelaria, Restauração
Ser pontual e cumpridor; Possuir saúde robusta; Cuidar da sua higiene pessoal; Não descurar a sua apresentação: barbeado, penteado, unhas curtas e limpas, vestuário asseado; Usar sapatos pretos e [...]

Bar e Restaurante – Relações Profissionais Com colegas da secção

Hotelaria, Restauração
Dos bons contactos com os colegas da secção e outros, resulta em regra um ótimo e salutar ambiente de trabalho que se irá refletir em todas as secções no campo profissional, e não só… Honestidade, [...]

Restaurante ou Bar: Empregados de Mesa e Bar e o contacto com superiores hierárquicos

Hotelaria, Restauração
Para que o superior não sinta a necessidade de exibir a sua superioridade.          Para quê, obrigar o superior a usar a sua força?         O trabalho, custa muito menos se for feito [...]

Restaurante ou Bar: Empregados de Mesa e Bar e o Contacto com os clientes

Hotelaria, Restauração
Ao contactar com os clientes e de toda a conveniência que se use de um certo tato e perspicácia, pois, se por um lado se reconhece que não se deve usar de servilismo, por outro não podemos esquecer [...]

Higiene em Restaurante e Bar

Hotelaria, Restauração
A higiene é, além de um preceito, um dever que jamais deve ser esquecido, por quantos exercem esta profissão e pretendem valorizar-se dentro da mesma. [...]

geral@pro-thor.com | Pro-Thor © 2015-2017 | Todos os direitos reservados.