Quando falamos da dimensão prática do HACCP, poderá surgir a questão – Quem é obrigado a desenvolver um sistema de HACCP?
Todas as empresas do sector alimentar que se dediquem a qualquer fase de fabrico, manipulação, armazenagem e/ou distribuição de produtos alimentares.

Para a correta aplicação prática de um sistema de HACCP, devem ser consideradas necessárias as seguintes disposições:

Estruturas e Equipamentos adequados à atividade a desempenhar;

Possuir um Plano de Higienização adequado ao contexto da atividade;

Possuir um Plano de Controlo de Pragas;

Controlar e Monitorizar o abastecimento de água, assegurando que este é feito de forma correta;

Ter um Plano de Recolha de resíduos para análise independente;

Definir quais os materiais adequados a colocar em contato com alimentos;

Promover e assegurar a higiene pessoal de cada interveniente;

Promover a constante e atualizada formação no âmbito do HACCP.

Quanto às vantagens na implementação de um processo de Análise de Perigos e Controlo de Pontos Críticos, podemos distinguir algumas, tais como:

Através da identificação de perigos e riscos associados a determinada atividade que envolva alimentos e, respectiva adoção de medidas preventivas, consegue reduzir as possibilidades de contaminação dos alimentos;

Tem uma grande componente de experimentação e a pesquisa científica como base dos seus processos;

Dá origem a informação muito objetiva, o que facilita qualquer inspeção e vigilância sanitária, tornando-a mais eficaz e eficiente os requisitos de Higiene, estão ou não a ser cumpridos;

Esclarece e atribui, claramente, as responsabilidades de uma eventual quebra no processo;

Representa uma forte arma que as empresas possuem para melhor se prepararem para competir com maior eficácia no mercado global.

últimos Artigos

tipologia dos atos ilocutórios

Download, Línguas
http://pro-thor.com/wp-content/uploads/tipologia-dos-actos-ilocutórios.pdf [...]

Ser ou não Proativo

Competências Pessoais, Download
http://pro-thor.com/wp-content/uploads/Ser-ou-não-Proactivo.pdf [...]

Aspetos pessoais e sociais de um empregado de mesa – Qualidades de um empregado de mesa

Hotelaria, Restauração
Não seria razoável ignorar, muito menos contestar, a importância da colaboração do pessoal numa atividade caracterizada por aspetos tão profundamente humanos, como é sem dúvida, o caso da hotelaria. Com [...]

Qualidades físicas e morais que um empregado de mesa tem que ter obrigatoriamente

Hotelaria, Restauração
Ser pontual e cumpridor; Possuir saúde robusta; Cuidar da sua higiene pessoal; Não descurar a sua apresentação: barbeado, penteado, unhas curtas e limpas, vestuário asseado; Usar sapatos pretos e [...]

Bar e Restaurante – Relações Profissionais Com colegas da secção

Hotelaria, Restauração
Dos bons contactos com os colegas da secção e outros, resulta em regra um ótimo e salutar ambiente de trabalho que se irá refletir em todas as secções no campo profissional, e não só… Honestidade, [...]

Restaurante ou Bar: Empregados de Mesa e Bar e o contacto com superiores hierárquicos

Hotelaria, Restauração
Para que o superior não sinta a necessidade de exibir a sua superioridade.          Para quê, obrigar o superior a usar a sua força?         O trabalho, custa muito menos se for feito [...]

Restaurante ou Bar: Empregados de Mesa e Bar e o Contacto com os clientes

Hotelaria, Restauração
Ao contactar com os clientes e de toda a conveniência que se use de um certo tato e perspicácia, pois, se por um lado se reconhece que não se deve usar de servilismo, por outro não podemos esquecer [...]

Higiene em Restaurante e Bar

Hotelaria, Restauração
A higiene é, além de um preceito, um dever que jamais deve ser esquecido, por quantos exercem esta profissão e pretendem valorizar-se dentro da mesma. [...]

geral@pro-thor.com | Pro-Thor © 2015-2017 | Todos os direitos reservados.